Rim

O Rim é o órgão excretor, responsável pela filtração do sangue e produção de urina. O órgão tem forma de feijão e no ser humano, mede aproximadamente 11 cm de comprimento, 5 cm de largura e 3 cm de espessura. É o principal órgão do sistema excretor dos vertebrados. Os rins filtram produtos do metabolismo de aminoácidos (especialmente ureia) do sangue, e os excretam, com água, na urina; a urina sai dos rins através dos ureteres, para a bexiga.


Tumor


Carcinoma de células renais é a forma mais comum de câncer de rim surgindo no túbulo renal. O tratamento inicial é cirúrgico. O câncer de rim afeta homens e mulheres, em sua maioria após os 50 anos, e em até 83 % dos casos, o diagnóstico é um achado ocasional durante ultrassonografia ou tomografia para avaliação de outro sintoma. Nos pacientes sintomáticos a suspeita ocorre por devido dor nas costas e sangramento urinário. Este tipo de tumor não é tratado com Quimioterapia ou Radioterapia, sendo que o tratamento ideal é através de cirurgia para retirada de uma parte ( Nefrectomia Parcial) ou de todo o rim acometido(Nefrectomia radical). Como este câncer é bastante resistente à radioterapia e quimioterapia, alguns casos - quando em fase avançada - respondem à imunoterapia visando retardar a evolução da doença. Quando descoberto em uma fase inicial, grande parte dos pacientes fica curada após a cirurgia, que pode ser realizada pela via aberta ou minimamente invasiva (laparoscópica ou robótica). A abordagem minimamente invasiva apresenta melhores resultados aos pacientes como menos dor, menor sangramento, retorno mais rápido a atividades profissionais e melhor resultado estético.


Cálculo


Os cálculos renais, popularmente chamados de pedras no rim, são formações sólidas de sais minerais e/ou uma série de outras substâncias, como oxalato de cálcio e ácido úrico que se cristalizam.
Essas cristalizações podem migrar pelas vias urinárias,obstruindo os ureteres e causando muita dor ou complicações.
Os cálculos podem atingir variados tamanhos, que variam de pequeninos grãos ( 2 ou 3 mm), até o tamanho do próprio rim ( conhecidos como coralifome que pode atingir 10 cm). Eles se formam tanto nos rins quanto na bexiga. O cálculo renal é também chamado de litíase urinária ou urolitíase.
Constitui urgência médica a obstrução do ureter, levando à infecção e/ ou dor refratária à medicações. A cirurgia consiste na retirada do cálculo e implante de um cateter (Duplo J) no ureter, por via endoscópica (pela uretra), portanto sem cortes.
A cirurgia é realizada na maioria das vezes em caráter de emergência, podendo ser feita de maneira eletiva, quando a dor está controlada , não há sinais de obstrução e infecção, ou quando os cálculos estão dentro da pelve renal.


Infecção


nfecção nos rins (pielonefrite) é um tipo específico de infecção do trato urinário (ITU), que geralmente começa na uretra ou na bexiga e percorre de forma ascendente para os rins.
Uma infecção renal requer atenção médica imediata. Se não for tratada corretamente, pode danificar permanentemente os rins ou a bactéria pode se espalhar para a corrente sanguínea e causar uma infecção generalizada (sepse) que por sua vez pode apresentar risco de vida.
O tratamento da infecção renal geralmente inclui antibióticos e muitas vezes requerem hospitalização.
Sinais e sintomas de uma infecção nos rins podem incluir:

  • febre
  • dor na virilha
  • dor abdominal
  • micção freqüente
  • vontade forte, persistente de urinar
  • sensação de ardor ou dor ao urinar
  • pus ou sangue na urina (hematúria)